Segredos da Eletricidade: Curiosidades e Novidades Incríveis!

segredos-da-eletricidade

Sem dúvida nenhuma o que não faltam são segredos da eletricidade. Desde que encontramos estas novas formas de energia o mundo nunca mais foi o mesmo.

Mas nem de perto esta transformação foi ruim, muito pelo contrário! Hoje em dia é possível ter resultados incríveis para conseguir transformar sua vida e acabar com uma excelente capacidade de resolver problemas que antes eram quase impossíveis.

Pense na sua rua, quando chega a noite você provavelmente verá a luz de postes se acenderem. Afinal de contas eles estão energizados para isto, e se nenhum cabo se romper, provavelmente podem ficar ligados por quanto tempo for necessário.

Antigamente era preciso que alguém fosse constantemente colocar óleo, normalmente o óleo de baleia, para poder fazer a iluminação funcionar. Era um trabalho repetitivo que podia ser encontrado em praticamente qualquer cidade.

O mesmo valia para as casas, que acabavam infelizmente por ser iluminadas do mesmo jeito. E no final das contas estas fontes de luzes eram ineficazes, caras e difíceis de se manter.

A chegada da iluminação elétrica foi tão revolucionária que mesmo muitos anos depois as pessoas ainda chamam nossa conta de energia de conta de luz.

Mas além da iluminação várias outras mudanças surgiram. Desde computadores até refrigeradores.

Fazer um curso profissionalizante online de eletricista vai te esclarecer muitas coisas, é realmente uma experiência fascinante. Mas a verdade é que existem pontos curiosos, os famosos segredos da eletricidade que eu gostaria de trazer para você hoje.

Vamos conferir?

Segredos da Eletricidade: Curiosidades e Novidades Incríveis!

Aqui estão listados alguns fatos e curiosidades que você pode agregar ao seu conhecimento sobre eletricidade. São dicas e informações interessantes para conseguir ter resultados ainda melhores.

1 – A eletricidade é bem lenta

É comum que as pessoas pensem que a eletricidade possui a velocidade da luz. Ou pelo menos uma velocidade que seja quase tão rápida quanto ela.

Afinal de contas quando você clica no interruptor a luz se acende na mesma hora. O mesmo acontece com praticamente qualquer aparelho que ligamos na tomada.

A própria telefonia e internet entregam mensagens instantâneas para praticamente qualquer lugar do mundo. Isto é normalmente algo bastante assustador.

Mas a grande verdade é que a eletricidade é muito lenta. E para isso me deixe explicar o que é a eletricidade em si.

Todos os átomos são basicamente compostos por um núcleo de prótons com elétrons girando ao entorno. Às vezes o elétron pode sair de órbita para ir a um lugar que está com uma carga positiva maior.

A eletricidade é o movimento que acontece de elétrons se movimentando de um átomo a outro. Isto gera a famosa corrente elétrica.

No caso de um metal o número de elétrons solto é muito alto, e logo um irá empurrar o outro. Por segundo um elétron anda uma distância realmente pequena, demorando minutos para andar alguns centímetros.

No caso do fio de cobre ou qualquer outro metal o que acontece é que um elétron empurra o da frente, que por consequência empurra o próximo e aí vai.

Basicamente isto acontece muito rapidamente, embora cada elétron ande muito pouco.

2 – A primeira cidade iluminada

Talvez você não saiba, mas a iluminação elétrica pública no Brasil existe desde que ele ainda era uma monarquia. Em 1883, em Campos dos Goytacazes, o imperador Dom Pedro II fez a primeira linha de transmissão com lâmpadas públicas.

Eram no total 39 lâmpadas que iluminavam a cidade, sendo a energia toda produzida em uma pequena termoelétrica a vapor.

O impressionante é que o total de energia produzida nesta pequena usina chegava a 52kW. O que era bastante para a época.

Hoje esta mesma quantidade pode ser produzida com um kit caseiro de energia solar. Algo realmente simples e até barato de se fazer.

3 – Orgulho Nacional

Sem dúvida nenhuma tomar um banho quentinho enquanto se está um dia frio é um excelente prazer. Mas poucos sabem que a invenção do chuveiro elétrico como conhecemos hoje na verdade foi criada aqui.

Além do avião, podemos hoje contemplar um excelente invento revolucionário brasileiro.

O nome do inventor é Francisco Canho, que o desenvolveu dentro da década de 1930. Antigamente o aquecimento era todo feito com o sistema a gás, que ainda é comum em cidades maiores.

O problema real do modelo à gás é que antigamente não havia uma garantia de segurança real. Não eram poucos os acidentes, e vários casos de óbito decorriam deste tipo de uso.

De fato, existem várias recomendações hoje que fazem com que o chuveiro a gás seja quase a prova de acidentes, além de ser mais barato. Mas o aquecimento elétrico é tão prático que acabou chegando para ficar.

Ponto para o Brasil!

4 – Economia inteligente

O que acontece quando o calor e o frio acabam se misturando? Provavelmente eles irão se anular e trazer uma sensação completamente neutra.

O mesmo acontece quando você coloca a geladeira perto do seu forno/fogão ou mesmo recebendo muita iluminação direta do sol.

Embora a geladeira e freezers tenham uma camada de proteção grossa, isto não significa que estas fontes de calor sejam insignificantes. O que normalmente vai acontecer é você acabar tendo uma conta de luz mais cara.

Afinal de contas o termostato dos aparelhos irão indicar que o motor precisa ser ligado novamente. Quanto mais calor o aparelho receber, mais vezes ele irá ligar.

Já encontrou seu curso de eletricista gratuito ideal? Confira neste link qual a melhor opção que você vai ter para começar a se preparar para este mercado em geral.

Confira ideias e possibilidades incríveis.

5 – Morte por queimadura

Existe um risco de morte sempre que você toma um choque por alta tensão. Estou falando de alta tensão mesmo, não um choque simples de tomada (que precisa ser evitado a todo custo também).

O nosso coração se contrai devido cargas elétricas, e quando uma corrente muito grande passa por ele é possível ter uma parada cardíaca.

Entretanto a maioria das pessoas que morrem eletrocutadas morrem na verdade queimadas, e não por conta da energia em si.

Isto é chamado de efeito Joule, e pode ser considerado algo positivo, como no aquecimento do seu chuveiro. Alguns utilizam ele para fazer gravuras em madeira. Mas quando ele acontece em você não vai ser nada bom.

No mais é isso, espero ter satisfeito suas curiosidades. Qualquer dúvida sobre o assunto estou à disposição para responder nos comentários, ok?

Até a próxima!